Arquivo da tag: janelas

Toda arquitetura conta uma história. É sobre quem vive naquela cidade, sobre uma cultura sobre beleza e arte. E as janelas dos prédios e casas sobre o que elas versam? As janelas abrem portas para nossa imaginação. E foi essa peça curiosa que inspirou o fotógrafo português André Vicente Gonçalves a criar o projeto  Windows of the World (“Janelas do Mundo”, em português).

Assim, janelas de diferentes lugares foram transformadas em uma série única e cheia de cores e formas. A proposta do fotógrafo consiste em simplesmente sair por aí fotografando este elemento da arquitetura e sua evolução em diferentes cidades do mundo. A diversidade de janelas registradas chama atenção de qualquer turista desavisado. “Sempre tive curiosidade sobre janelas. Como a estrutura das casas, elas mudam de região para região”, conta o fotógrafo. Confira abaixo as janelas sob as quais Gonçalves passou.

Albufeira, Portugal

Albufeira, Portugal

Alpes

Alpes

Alpes

Alpes

Burano, Itália

Burano, Itália

Ericeira, Portugal

Ericeira, Portugal

Évora, Portugal

Évora, Portugal

Guimarães, Portugal

Guimarães, Portugal

Lisboa, Portugal

Lisboa, Portugal

Porto, Portugal

Porto, Portugal

Sesimbra, Portugal

Sesimbra, Portugal

Trento, Itália

Trento, Itália

Veneza, Itália

Veneza, Itália

Fonte

O estúdio suíço de arquitetura Bureau construiu uma sala reciclando janelas em Genebra. Chamado de La Fabrique a estrutura foi inspirada no curta-metragem One Week (1920), do comediante Busteer Keaton, em que um casal tenta construir um casa com um kit de peças, mas é interrompido por trapalhadas e vizinhos invejosos e os dois passam a discutir.

“La fabrique foi construída de um jeito semelhante, com um toque de seriedade e leveza”, diz o co-fundador da Bureau A.


O lugar, de 13m², pertence a uma família que trabalhou em parceria com o estúdio. Misto de estufa, sala de leitura e de brinquedos, o espaço é direcionado a adultos e crianças.

A variedade de janelas foi encontrada em depósitos de demolição e, antes disso, foi montada uma estrutura de madeira assimétrica para criar a fachada e telhado. O piso e as paredes finais foram construídos com placas de aglomerado e MDF.

Montado em apenas dois dias, o ambiente se apoia em seis pilares de madeira, 50cm acima do solo. A elevação é para evitar umidade.

E para entender melhor a proposta, vale a pena assistir o curta que inspirou a construção: