Arquivo da tag: arquitetura

 

los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_8 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_22 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_20 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_12 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_24 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_25-1Uma casa de férias que mistura vidro espelhado, terra batida e tijolos de argila. A criação é da arquiteta mexicana Tatiana Bilbao, para criar este espaço integrado à natureza em Monterrey, maior cidade do estado mexicano de Nuevo León.

 

01

 

Batizada de Los Terrenos, a construção compreende dois ambientes aninhados dentro de uma paisagem de flora nativa, com pavimentos em terracota e paredes de pedra. Um terceiro ambiente está planejado para a casa, que deverá ultrapassar a copa das árvores.

 

los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_7

 

O edifício contém uma cozinha, sala de jantar e sala de estar pouco mobilados. As portas abertas proporcionam uma conexão perfeita entre a área social e um terraço com sombra. As fachadas são revestidas de vidro espelhado, permitindo que a habitação se misture com o terreno verdejante.

 

los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_12

 

As paredes dos quartos de dormir são feitas de terra batida e tijolos de barro. Em um lado de cada quarto, uma divisão de vidro retrátil permite que o espaço interior seja aberto ao ar livre.

 

los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_20

los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_22 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_24 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_25-1 los-terrenos-tatiana-bilbao-mexico-residential_dezeen_2364_col_8

Conhecido por projetos de arranha-céus, igrejas e mansões, o arquiteto Pietro Belluschi seguiu um caminho diferente ao projetar uma simpática casa de apenas 22m². Em todos os seus trabalhos, fica evidente sua admiração pela arquitetura japonesa, com essência minimalista e zen, e pelo estilo de decoração escandinavo, que deixa os ambientes aconchegantes e alegres.

01Observe o tamanho do sofá. O essencial para obter conforto em ambientes pequenos é escolher móveis menores.

02

Tudo perfeitamente harmonizado!

03 04 05 06

 

O trabalho fotográfico de Jared Lim nos remete a observar o tecido arquitetônico de outra forma. Residente em Singapura, Lim aborda em suas imagens as fachadas e padrões rítmicos de construções em diversas metrópoles, de Frankfurt a Pequim.

01

 

O projeto se chama Urban Exploration e consiste em fotografias tiradas durante o curso de sua carreira relacionada com viagens. Como a maioria dos lugares que o fotografo visitou eram cidades grandes, a arquitetura é o tema predominante.

02
As imagens de Lim desconstroem a escala arquitetônica, explorando as superfícies mais comunicativas do edifício ao aproximar suas geometrias de uma observação afetiva, investigando as cores, composições, linhas e curvas nas relações dessa pele construída.

03

Sobre a busca de um olhar ritmado, o artista comenta que sempre amou geometria, desde criança. Mesmo quando era jovem, amava criar padrões e desenhos repetitivos na escola.

04 05 06 08

É Inegável: o cinema é uma fonte inesgotável de inspiração. Capaz de ditar moda e até tendências em comportamento, a sétima arte reflete nas mais variadas áreas, e claro que a arquitetura e o design de interiores não poderiam ficar de fora. É o caso deste luxuoso apartamento em Saronno, na Itália, todinho inspirado no filme Ladrão de Casaca, de Alfred Hitchcock – um clássico de 1955, que teve Cary Grant e Grace Kelly como estrelas principais e venceu o Oscar de 1956 pela fotografia.

studio_catoir_saronno_living2_img_4393_rz

Criado pelos designers Elisa e Michael Catoir, do Studio Catoir, o apartamento tem as cores e estilos que remetem à atmosfera de suspense do clássico de Hitchcock.

studio_catoir_saronno_living1_img_3842_rz

O morador, um executivo de negócios que trabalha na indústria de iluminação, deu total liberdade à dupla de designers; apenas pediu atenção  ao conforto térmico da casa, já que os verões na região norte da Itália costumam ser intensos, assim como os invernos são gélidos.

studio_catoir_saronno_cary_bedroom_img_3551_rz

Repare que toda a estética vintage e a mobília dialogam muito bem com as peças do décor.

studio_catoir_saronno_sauna_lounge_img_4448_rz

Transbordando personalidade, o apartamento traz influências claras do filme, como a paleta de amarelo e azul, e o clima retrô.

studio_catoir_saronno_kitchen_img_4556_rzA aura sofisticada fica por conta dos espelhos, lustres e toques de dourado, para fazer menção às joias que no filme são roubadas por um homem cuja identidade surpreende.

studio_catoir_saronno_cary_bedroom_img_3534_rz

Como a criação de Hitchcock, cada detalhe prende a atenção e faz perder o fôlego.