Arquivos da categoria: Sem categoria

Para quem gosta de cozinhar, ter os principais utensílios sempre à mão é uma maravilha. Fica tudo mais prático e acessível, especialmente pra quem é fã de culinária e gosta de comprar itens diversificados (e exibi-los, claro!). Confira as inspirações de hoje e comece a tirar suas peças preferidas da gaveta. Barras organizadoras, prateleiras e muita criatividade.

02 01 14 13 12 11 10 09 08 07 06 05 04 03

Já ouviram falar do quarto montessoriano? O método Montessori foi criado pela médica e educadora italiana Maria Montessori e privilegia a busca direta e pessoal do aprendizado. Para ela o quarto dos pequenos deve ser estruturado de acordo com a ótica da criança e não do adulto, de forma que ela circule livremente no seu ambiente explorando as coisas que estão ao seu alcance. Saiba como montar:

Cama baixinha

01

A organização é da criança

02

Tudo ao alcance

03

Minimalismo

04

Fonte

Fazer uma análise do design e das cores que foram tendência ao longo de um século é mais que estudar tonalidades e tendências. Esse olhar nos leva a enxergar quem já fomos, nossa cultura, como evoluímos e como preservamos valores, prioridades e sensibilidade.

Uma viagem pelas cozinhas norte-americanas, que refletiram boa parte no estilo brasileiro, revela a funcionalidade da década de 1920, as matizes ousadas e psicodélicas da década de 1960 e o minimalismo neutro e terroso de hoje. As cozinhas têm muito a dizer sobre quem somos.

Vamos fazer um passeio pelos últimos 100 anos?

1920

1920

Excesso estilístico, estética branca, funcionalidade.

1930

1930

O colorido para combater a escuridão da Grande Depressão. Cores como verde, amarelo e marrom reinavam com formas curvas e mais brilhantes.

1940

1940

Com a Segunda Guerra Mundial em andamento, o patriotismo dos Estados Unidos estava em alta. A estética não era prioridade, mas revela as cores da bandeira americana.

1950

1950

A década de 1950 da pós-guerra foi um tempo otimista. Tons de hortelã verde, turquesa e amarelo. Por outro lado também surgiram cozinhas rústicas mais escuras e mais sombrias.

1960

1960

A libertação dos anos 60 certamente se manifestou nas cores da cozinha. A decoração da casa tornou-se mais brilhante! Os matizes psicodélicos como neon verde, turquesa vibrante e um ácido laranja tornaram-se sinônimos da década.

1970

1970

Os 70 também foram coloridos, mas se inclinou mais para os tons dourados, de verde e de marrom, com muita madeira.

1980

1980

Apesar dos anos 80 terem influências culturais visualmente deslumbrantes, chamativas e ousadas como David Bowie e a série Miami Vice, as cozinhas da época contrapõem esta estética.  O papel de parede bege, marrom, pêssego e floral podia ser visto em qualquer lugar do chão até o teto, tudo bastante iluminado.

1990

1990

A cozinha dos anos 1990 tinha móveis de carvalho, às vezes com formica colorida em tons pastel.

2000

2000

As cores das décadas passadas deram lugar a materiais extravagantes e superfícies brilhantes, como granito, cerejeira, lâminas de vidro e aço inoxidável, tudo assumindo completamente a cena do projeto da cozinha.

2010

2010

Embora ainda estejamos em meados desta década, é possível dizer que o aumento da tecnologia inspirou a incorporação de elementos da natureza em nossa estética. E a cozinha volta a ter essa tonalidade clean, provando que tudo no design que surgiu um dia provavelmente retorne (mesmo que demore 100 anos).

Inspirado por

Decorar é a soma de criatividade e inspiração. A internet e as redes sociais oferecem milhões de possibilidades. Alguns perfis do Instagram são maravilhosos para iluminar suas ideias na hora de dar aquele toque especial à sua casa. Confira nossas dicas pra seguir!

@Justinablakeney

Muitas cores, padrões, formas geométricas, plantas e arte: assim é a casa de Justina Blakeney, designer que faz sucesso no Instagram. Suas postagens são acompanhadas por mais de 250 mil seguidores:

@Amberinteriors

Amber tem mais de 347 mil seguidores. Nas postagens, espaços pequenos ganham cor, vida e são aconchegantes nas fotos de um dos perfis de decoração de Ambis Lewir. A designer também gosta muito de trabalhar a cor branca e madeira.

@CasadaChris

O perfil de Chris Campos reúne fotos de decoração com um estilo vintage e descolado. Quadros, luminárias, plantas e outros elementos dão vida às postagens de Chris, que conta com quase 56 mil seguidores.

@Sfgirlbybay

Victoria Smith mora em Los Angeles, mas tenta passar um pouco do estilo californiano de São Francisco em seus posts. Decoração é apenas um dos destaques de seu perfil: os 202 mil seguidores também acompanham o dia a dia dela, com muitas paisagens ensolaradas.

@BujiBlog

Buji é um estúdio de decoração que utiliza coisas que você já tem em casa para remodelar o seu espaço. O perfil da empresa no Instagram conta com mais de 24 mil seguidores:

 EXTRA!

@delaviedecor

Não esqueça de seguir o nosso Instagram. Muita inspiração e ideias pra decorar com nossos móveis.