Arquivos da categoria: Jardim

Para quem gosta de jardinagem mas não lida muito bem na hora de cuidar das plantinhas. Os cactos, assim como as suculentas, são uma ótima opção e não exigem muito trabalho. Seus espinhos, além de servir como defesa de animais herbívoros em solos selvagens, também servem para captar orvalho como fonte adicional de água em regiões muito áridas. A melhor parte é que eles gostam muito de luz e exigem poucas regas.

Com um sem número de variedades, os cactos são atraentes, bonitos e até carregam um certo carisma em suas diversas formas, cores e texturas. A diversidade de tamanhos também permite que os cactos sejam encaixados na decoração de quase todos os ambientes.

01 02 03 04 05

Quem alguma vez já se flagrou cantando com a Elis Regina os versos de Zé Rodrix…

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais

…vai se apaixonar por essa casinha, em Lagoa Santa, um município de Minas Gerais.

Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Casas Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA

Desenhada pelo arquiteto João Diniz em parceria com o artista plástico Jorge dos Anjos. A temática baseou-se nas cabanas primitivas, envolvida no clima das montanhas e sua natureza circundante. O desenho orgânico faz referência às informações do lugar. Desenvolvida em dois pavimentos, com vista para um belo lago, utiliza materiais tecnológicos em sua estrutura mista, como tubos metálicos e telhas metálicas termo acústicas. A cobertura da casa foi feita com a intenção de melhorar a ventilação interior. Sua forma chama a atenção e se define sobre 3 pilares de apoio angulares. A construção levanta a questão do ambiente, da forma e da sua relação com seu contexto.

Iluminada

Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Casas Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA

Com apenas 86 m² possui uma forma incomum e com desenhos inspirados nas histórias extraterrestres de Minas Gerais, oferece um conjunto de soluções modernas com uma aparência totalmente inovadora. As duas paredes laterais curvam-se para receber uma cobertura metálica branca, com função térmica e acústica. E o metal ainda é contraposto com uma iluminação quente e tons de terra, que oferecem acolhimento e calor à composição.

Por dentro

Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Cozinhas Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA

 

Integrado e harmonizado, o interior é rústico e combina materiais metálicos, madeira e pedra em diferentes texturas e cores. A luz abundante é o elemento principal, graças às grandes janelas que se estendem desde o piso até o andar superior. Desta forma, a área de refeições e cozinha foi desenhada sob um pé direito duplo que intensifica a luminosidade.

Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Cozinhas Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA

 

 

Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Salas de estar Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA
Casa Eugênia por Joao Diniz Arquitetura: Quartos Moderno por JOAO DINIZ ARQUITETURA

04
Hoje, 22 de abril, é o Dia da Terra. Inspirados na data, vamos ter um papo sustentável. A cada dia, mais pessoas buscam por práticas mais sustentáveis e hábitos alimentares saudáveis. Por outro lado, nossas moradias têm cada vez menos espaço. Para os que não abrem mão de produtos naturais e fazem questão de plantar, ao menos, seus próprios temperos, trazemos uma dica simples e detalhadas para que você possa ter uma hortinha dentro de casa.

O Dia da Terra foi criado no dia 22 de Abril de 1970. Sua finalidade é criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger a Terra.

07

As hortas compactas facilitam o dia a dia de quem não tem espaço, além de deixar o ambiente mais charmosos. Para facilitar, apresentamos o infográfico que segue abaixo, produzido pela Kamila Padoan, do blog Gourmonamour. Ele traz informações intuitivas e descomplicadas sobre como plantar hortas em vasos. Mãos à horta! ;)

05 tutorial

 

post horta

Algumas dicas importantes:

→ Cuidado para não encharcar as plantas. Coloque o dedo na terra para verificar, se ela estiver úmida, não é necessário regar. Folhas murchas significam falta de água.
→ Melhores horários para regar as plantas: início da manhã ou final da tarde, o calor evapora a água, não deixando chegar até as raízes.
→ Terra muito endurecida pode ser falta de água ou de nutrientes. Quando sentir que a planta está precisando, adube a terra sem exageros.
→ Pode acontecer de algumas plantas se desenvolverem menos, quando acontecer, retire-as liberando espaço para as demais.
→ Controle a invasão de ervas daninhas, elas competirão por luz, água e nutrientes com as suas plantinhas.
→ Algumas hortaliças necessitam de suporte de estacas para ficarem firmes e em pé.

Fonte

As plantas aéreas estão em alta. É que é muito fácil se apaixonar por elas. São fáceis de cuidar, têm um estilo exótico, permitem variações estéticas bem interessantes, e ainda se comportam muito bem em ambientes internos. Se você ficou curioso, siga atento este post, pois explicaremos o que são plantas aéreas, como cuidá-las, regá-las e amá-las!

01 a

O que são plantas aéreas?

Plantas aéreas são plantas epífitas, que vivem sobre outras plantas, sem parasitá-las, apenas usando as outras como apoio. Algumas dessas plantas conseguem também sobreviver no solo, quando a luz não é um problema. Outras se adaptaram tanto que sequer se dão bem quando plantadas. Elas absorvem nutrientes pelas folhas e escamas prateadas, e não pelas raízes (algumas nem tem raízes!).
02

Quais são as plantas aéreas?

As que melhor sobrevivem sem terra e que mais são utilizadas de maneira ornamental são as Tillandsias, ou cravos-do-mato, um gênero de bromélia. São mais de 400 espécies. Onde encontrar? Olhe ao seu redor, pode ser que você veja uma em numa árvore bem perto de você.

SONY DSC

Tillandsias, dependendo da espécie, podem atingir de 8cm a 2m.

Mas se são plantas aéreas, precisam de solo, de água?

Estas plantas não sobrevivem no solo, mas precisam – SIM! – de água! Assim, quando escolher a superfície de montagem, lembre-se que sua planta precisa ser regada e opte por um recipiente que possa ser molhado. Elas precisam ser regadas uma vez por semana, no mínimo, e no máximo três vezes. Coloque a planta de molho em um recipiente com água por 20 a 30 minutos. Tente usar água filtrada ou a água da chuva, pois a água da torneira tem cloro, que pode ser prejudicial para a planta. 04

Retire o excesso de água e deixe-as secar completamente. Você precisará repetir esse ritual de imersão, uma vez por semana, para suas plantas se manterem hidratadas. Nas outras regas, pode usar apenas uma garrafa spray com água.

#Dicas:

►Não deixe sua planta na água por longos períodos de tempo.

► Uma planta com flor deve ser molhada apenas com spray em vez de submersa em água.

► Após a rega, as folhas vão parecer mais duras, e um pouco mais escuras. Elas clareiam levemente quando precisam de água.

Que tipo de luz as plantas aéreas precisam?

Elas precisam de bastante luz, mas indireta. Se a luz for direta certifique-se molhá-las com um frasco de spray com maior frequência.
05

 Como se faz a poda de plantas aéreas?

Se algumas folhas secarem, você pode puxar delicadamente para fora. Você também pode cortar todas as pontas das folhas secas. Não se preocupe em ferir a sua planta; as folhas vão crescer de novo.

06

 Plantas aéreas dão muda?

Elas produzem estacas, mudinhas que se distanciam da planta original. Quando esta muda atinge 1/3 do tamanho da planta adulta, você pode separá-lo suavemente, puxando-o para além da planta-mãe.

07a

Preciso adubar plantas aéreas?

Não é necessário fertilizar plantas aéreas, mas isso pode ajudá-las. Use adubos específicos para bromélias e dilua na água da rega.

07

Onde comprar plantas aéreas?

Plantas aéreas estão na moda e cada vez mais fáceis de encontrar em floriculturas. Uma boa alternativa é a internet e o Mercado Livre.

08

Vale ressaltar:

♥ Tillandsias TEM que ser regadas. Elas vivem no ar, não de ar.

♥ Tillandsias NÃO são tóxicas para os animais, embora isso não signifique que o animal deva comê-las. Mas pode significar que eles vão tentar comê-las.

♥ Tillandsias NÃO são parasitas, elas não prejudicam a árvore hospedeira.

Fonte