Já imaginou uma casa, de verdade, sendo construída em 10 minutos? Essa ideia não está tão distante. Uma empresa de engenharia da Inglaterra está desenvolvendo um projeto que além de ágil poderá ser transportada para qualquer lugar com facilidade.

01

A Ten Fold será uma casa dobrável, originalmente do tamanho de um contêiner padrão, que, quando aberta, tem 64 m². As paredes internas podem ser ajustadas conforme o gosto do cliente para criar mais ou menos cômodos. O projeto está próximo de se tornar realidade com a disposição de unidades para comercialização em breve.

02

 

A montagem da casa é praticamente toda mecânica, à base de alavancas, o que significa que a energia elétrica é quase dispensada. São apenas oito minutos entre apertar o botão que inicia o processo e vê-lo finalizado. De acordo com os engenheiros por trás do projeto, é possível adicionar elementos como painéis solares, baterias ou caixas d’água.

03

Além de moradias, as peças são pensadas para criação de centrais de segurança, academias, clínicas médicas, lojas e restaurantes.

04

05

06Fonte

Fazer uma análise do design e das cores que foram tendência ao longo de um século é mais que estudar tonalidades e tendências. Esse olhar nos leva a enxergar quem já fomos, nossa cultura, como evoluímos e como preservamos valores, prioridades e sensibilidade.

Uma viagem pelas cozinhas norte-americanas, que refletiram boa parte no estilo brasileiro, revela a funcionalidade da década de 1920, as matizes ousadas e psicodélicas da década de 1960 e o minimalismo neutro e terroso de hoje. As cozinhas têm muito a dizer sobre quem somos.

Vamos fazer um passeio pelos últimos 100 anos?

1920

1920

Excesso estilístico, estética branca, funcionalidade.

1930

1930

O colorido para combater a escuridão da Grande Depressão. Cores como verde, amarelo e marrom reinavam com formas curvas e mais brilhantes.

1940

1940

Com a Segunda Guerra Mundial em andamento, o patriotismo dos Estados Unidos estava em alta. A estética não era prioridade, mas revela as cores da bandeira americana.

1950

1950

A década de 1950 da pós-guerra foi um tempo otimista. Tons de hortelã verde, turquesa e amarelo. Por outro lado também surgiram cozinhas rústicas mais escuras e mais sombrias.

1960

1960

A libertação dos anos 60 certamente se manifestou nas cores da cozinha. A decoração da casa tornou-se mais brilhante! Os matizes psicodélicos como neon verde, turquesa vibrante e um ácido laranja tornaram-se sinônimos da década.

1970

1970

Os 70 também foram coloridos, mas se inclinou mais para os tons dourados, de verde e de marrom, com muita madeira.

1980

1980

Apesar dos anos 80 terem influências culturais visualmente deslumbrantes, chamativas e ousadas como David Bowie e a série Miami Vice, as cozinhas da época contrapõem esta estética.  O papel de parede bege, marrom, pêssego e floral podia ser visto em qualquer lugar do chão até o teto, tudo bastante iluminado.

1990

1990

A cozinha dos anos 1990 tinha móveis de carvalho, às vezes com formica colorida em tons pastel.

2000

2000

As cores das décadas passadas deram lugar a materiais extravagantes e superfícies brilhantes, como granito, cerejeira, lâminas de vidro e aço inoxidável, tudo assumindo completamente a cena do projeto da cozinha.

2010

2010

Embora ainda estejamos em meados desta década, é possível dizer que o aumento da tecnologia inspirou a incorporação de elementos da natureza em nossa estética. E a cozinha volta a ter essa tonalidade clean, provando que tudo no design que surgiu um dia provavelmente retorne (mesmo que demore 100 anos).

Inspirado por

Para quem gosta de jardinagem mas não lida muito bem na hora de cuidar das plantinhas. Os cactos, assim como as suculentas, são uma ótima opção e não exigem muito trabalho. Seus espinhos, além de servir como defesa de animais herbívoros em solos selvagens, também servem para captar orvalho como fonte adicional de água em regiões muito áridas. A melhor parte é que eles gostam muito de luz e exigem poucas regas.

Com um sem número de variedades, os cactos são atraentes, bonitos e até carregam um certo carisma em suas diversas formas, cores e texturas. A diversidade de tamanhos também permite que os cactos sejam encaixados na decoração de quase todos os ambientes.

01 02 03 04 05